Procura por energia solar no Brasil aumentou mais de 50% na pandemia.

Cada vez mais as pessoas estão buscando o recurso para diminuir a conta de luz 

O número de instalação de painéis solares aumentou 70% no país no ano passado, em comparação a 2019, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar. Um grande motivador entre os consumidores para ter sua própria energia é a tentativa de diminuição de custos na conta de luz. A expectativa é que o setor cresça ainda mais em 2021. 

Bárbara Rubim, Vice-Presidente da Associação Brasileira de Energia Solar, pontua o crescimento: “A gente teve uma queda de mais de 80% no preço dos módulos fotovoltaicos de 2012 a 2020. Junto com isso, a gente teve também um fenômeno que muitos brasileiros vão se lembrar que é a questão do aumento da tarifa. Ou seja, a tarifa ficou mais cara e passou a valer cada vez mais a pena gerar a própria energia.”

A principal vantagem para o consumidor é a economia na conta de luz. Por exemplo, uma pessoa que gasta em torno de R$ 200,00 reais em energia elétrica, ao usar a energia solar terá uma tarifa mínima da sua conta. Antes da economia, é necessário fazer um investimento nesse tipo de tecnologia que pode variar dependendo do nível de consumo de energia em cada casa. A boa notícia é que o consumidor pode parcelar o investimento em até 8 anos, dependendo do banco. 

Fonte: ABSOLAR.